Sobre o blog

Este site não é meu! Sou apenas o que pode ser chamado de "administradora do blog".

Este blog está sendo criado para que eu compartilhe as mensagens deixadas por meu avô: ABÍLIO JARDIM DA SILVA falecido em 18.11.1993 (aos sessenta e oito anos) por causa do enfisema pulmonar devido ao cigarro.



Abílio Jardim da Silva foi médium e colaborador do Centro Espírita Dias da Cruz de Passo Fundo (RS).






Inicialmente criei estas páginas para poder colocar seus pensamentos, orações e mensagens, mas agora sinto a necessidade de reciclá-lo. Quero que este blog reflita o significado que este Ser maravilhoso teve na minha vida e daqui para a frente será muito pessoal, pois só assim creio poder tocar cada coração que vier a ler estes escritos. Ele queria que sua vida fizesse a diferença, que tivesse um propósito e "não fosse em vão". Então não vou permitir que este blog seja APENAS de mensagens soltas. Para que faça a diferença preciso revelá-lo aqui; que este espaço possa conter sua energia, seja uma espécie de extenção do que ele foi.


Assim, abro as portas para que vocês entrem e de alguma forma possam receber este tesouro que ele nos deixou como exemplo que foi. Não um exemplo de perfeição, mas de um Humano Guerreiro em busca da Luz.


Espero que os familiares compreendam e respeitem esta necessidade.


De todo meu coração a neta mais agradecida deste mundo:


Luciana Paula da Silva (Pequena Luz da Floresta).

















quarta-feira, 7 de julho de 2010

Carta a Jesus




Escrita por Abílio Jardim da Silva em 19.12.1981. em Passo Fundo.RS

Jesus, meu bom Jesus
Esta carta te endereço
E neste Natal Vos peço
Muita paz, muita saúde
Pata toda a juventude
Para adultos e crianças
Possamos ter esperanças
Para um mundo renovado
Onde só o amor impere
Que ninguém se desespere
Em tormentos e aflições
Que todos os corações
Se encham de amor fraterno
Amando o Papai Eterno
Sem sofrer vacilações.

Que a fé penetre nas mentes
Nos corações dos humanos
E assim os desenganos
As ilusões passageiras
Deixem de ser sementeiras
De discórdias e tentações
De maus atos, más ações
Que reine a sinceridade
Honrades, honestidade
Varrendo fora a ganância
Gerada da ignorância
Das causas espirituais
Porque só os bens materias
Não trazem felicidade
Nem removerão maldades
De nossos dias atuais

Jeus, meu bom Jesus
Te peço neste Natal
Extermina todo o mal
Existente nesta terra
Acaba a peste e a gerra
A fome, a doença, as prisões
Faz que nossos corações
Se encham de amor e luz
E amem a ti, meu Jeusus,
Lembando teu sacrifício
Por nossos erros e vícios
Morreste pregado a Cruz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário